Sobre o autor

Me chamo Renato Bavier e venho convivendo com a ansiedade há muitos anos.

Resolvi dividir meu conhecimento com outras pessoas e, com isso, auxiliá-las numa jornada mais tranquila e cheia de conteúdo relevante!

Estamos todos conectados! Precisamos nos IMPORTAR mais.

Grande abraço!

A importância do autoperdão

É impressionante como muitas vezes precisamos falar de alguma coisa que nos parece ÓBVIA!

Um assunto pode ser abordado por diferentes perspectivas e podemos, com essa gama de possibilidades, nos permitir absorver melhor algo, quando aquilo nos toca de verdade.

LIBERTE-SE

No decorrer de nossas vidas nos deparamos com situações muito difíceis.

Optamos por seguir o melhor caminho tentando não magoar quem nos cerca, mas nem sempre isso é possível.

Quando magoamos alguém que amamos, muitas vezes, carregamos a culpa por muito tempo e isso vira um fardo bastante pesado.

É preciso SE perdoar. Deixar o peso daquele momento passado para trás.

Peça perdão e se perdoe

Se for possível, peça perdão. O alívio é sentido de forma plena, mais até para quem pede do que para quem concede o perdão.

A questão é: E perdoar a SI MESMO?

Alguns dizem que perdoar os outros é mais fácil que perdoar a si mesmo.

Não se cobre tanto uma “postura impecável” com os outros e no momento em que precisa SE perdoar, não consegue. Observando o sentimento por trás dessa colocação, percebemos que a pessoa é capaz de assumir e aceitar que o outro não agiu de maneira apropriada, mas não de aceitar que ela mesma agiu de maneira incorreta.

 

 

Os percalços nas relações fazem parte de uma vida sem medo. Aprofunde-se em suas relações, mesmo que haja riscos.

Não existe uma vida sem riscos.

O mais importante é, no momento apropriado, haver diálogo. Não deixe que pequenos nós mal desatados se transformem em mágoas por anos.

Alivie seus sentimentos, não acumule culpas. Não há razões para que não se possa conversar.

E, se um dia, alguém lhe ferir profundamente e for impossível uma conversa…PERDOE a ela internamente e SE PERDOE para que possas seguir adiante…mais LEVE!

 

Deixe Seu Comentário