Sobre o autor

Me chamo Renato Bavier e venho convivendo com a ansiedade há muitos anos.

Resolvi dividir meu conhecimento com outras pessoas e, com isso, auxiliá-las numa jornada mais tranquila e cheia de conteúdo relevante!

Estamos todos conectados! Precisamos nos IMPORTAR mais.

Grande abraço!

Baleia Azul – O Perigoso “Jogo do Suicídio”

É notório que ainda não reconhecemos a gravidade dos transtornos de ansiedade. Com o passar do tempo o quadro pode evoluir para a tão estigmatizada DEPRESSÃO.

O sentimento de “não pertencimento”, “a inadequação aos padrões de beleza estabelecidos”, “a rapidez pela conquista do posicionamento social e financeiro”, dentre outros fatores que perseguem jovens e adultos, aliados ao preconceito que ainda persiste em se aceitar um diagnóstico tão complexo e preocupante, faz com que os indícios sejam negligenciados.

Com o crescimento assustador da comunicação pela internet, adolescentes acabam por ter acesso a comunidades fechadas em redes sociais e colocam em risco sua integridade, muitas vezes sem a percepção dos responsáveis.

Um perigoso “jogo” que pode levar à consequências extremas vem chamando a atenção ultimamente no mundo e agora também chega ao Brasil. O game vem cooptando vítimas de diferentes idades, em sua maioria adolescentes – normalmente de 10 a 14 anos – para que cumpram algumas etapas, culminando em suicídio.

Esse absurdo que chamam de JOGO DA BALEIA AZUL consiste em 50 fases  (desafios) que estimulam automutilações e, em sua última etapa, a morte do participante.

Os criminosos fazem contato com adolescentes que estejam passando por dificuldades de interação social, transtornos sérios de ansiedade e depressão. Ao perceberem um terreno fértil vão lançando as tarefas até o trágico final. Os participantes que ficam com medo e querem desistir do jogo recebem ameaças, normalmente ligadas à morte de seus pais.

Tudo começa com postagens em redes sociais com determinadas hashtags tendo como alvos adolescentes, em geral sofrendo de transtornos sérios de ansiedade.

Selecionados por “curadores”, os participantes vão realizando cada “fase” e pelos últimos 10 dias, o jogador precisa acordar bem cedo, num horário pré-determinado para “ouvir música, sentir a tristeza e contemplar a morte”.

O nome Baleia Azul vem de uma tradução direta do nome original russo “Siniy Kit” – música da banda de rock russa Lumen*.

Os russos descobriram a existência do jogo em maio de 2016 quando uma mãe, após o suicídio de sua filha de 12 anos, decidiu investigar as atividades dela na internet. A fim de evitar novas tragédias, ela procurou as autoridades e comunicou o ocorrido. A história espalhou-se rapidamente e acabou por gerar apelo de restrição do acesso de adolescentes à internet.

O acusado de ser um dos primeiros “curadores” foi detido por incitação ao suicídio em novembro de 2016, Filipp Budeykin de 21 anos aparentemente sofre de distúrbio bipolar e sofreu abuso na infância. Ele aguarda julgamento.

Boneco vermelho chorando

Atenção aos SINAIS de mudança de comportamento nos jovens.

É preciso que haja uma rápida resposta ao mais remoto sinal no adolescente de que algo não anda bem.

Abaixo listo 9 pontos relevantes a serem observados no comportamento dos adolescentes:

  • Irritabilidade;
  • Isolamento;
  • Muito tempo em frente ao computador;
  • Diminuição drástica de apetite;
  • Apatia;
  • Queixas sobre os colegas da escola (indicando possível BULLYING);
  • Dificuldade de comunicação;
  • Desânimo com as tarefas da escola;
  • Aumento no consumo de álcool;

 

* Lumen – A banda russa de rock alternativo teve origem em 12 de fevereiro de 1998. As músicas da banda são inspiradas por eventos controversos e questões que ocorrem dentro e fora da Rússia.

Deixe Seu Comentário